Projeto Roda-Hans de combate a Hanseníase chega a Rio Bonito no dia 16

Serviço de saúde percorre 19 municípios do estado, levando informação, diagnóstico e encaminhamento para o tratamento de pacientes

A carreta do Projeto Roda-Hans, depois de passar por vários estados e municípios brasileiros, chega a Rio Bonito no dia 16 de agosto, e ficará estacionada na Praça Fonseca Portela, das 8 às 17 horas. O veículo é itinerante e contempla cinco espaços para atendimentos clínicos e um espaço para realização de exames laboratoriais e para conscientizar a população sobre a hanseníase. Objetivo da ação, que acontece em parceria com o Ministério da Saúde, é identificar casos da doença, capacitar profissionais e fornecer informações para diminuir e combater o preconceito associado à doença.

O projeto conta ainda com realização de consultas dermatológicas e disponibilização de uma equipe que capacitará profissionais de saúde do município visando o diagnóstico precoce e tratamento.  Parte fundamental da iniciativa é a etapa de treinamentos de cerca de mil profissionais de atenção primária de todo o estado. Médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, assistentes sociais, dentistas, entre outros profissionais, participam das oficinas de capacitação oferecidas pela Secretaria Estadual de Saúde e pelo Ministério da Saúde e depois farão parte da equipe de atendimento da carreta, sob a supervisão de especialistas.

“O diagnóstico precoce é fundamental para evitar o crescimento dos casos da hanseníase, que possui evolução lenta e assintomática, com as lesões na pele como maior indicador da infecção, porém muitas vezes pouco visíveis. Por isso é fundamental que nossas equipes de saúde, que atuam na clínica da família, UPA e nos postos de saúde estejam devidamente capacitadas para identificar sinais e sintomas da doença, para orientar e encaminha a pessoa para o tratamento”, afirma a secretária de Saúde, Dailane Magalhães.

Em junho teve uma capacitação sobre prevenção, principais sintomas e tratamento da hanseníase destinado a dentistas, enfermeiros e auxiliares de enfermagem que atuam nas unidades de saúde do município, com a participação do Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan).

Combate ao Preconceito – Ao identificar um caso da doença, é necessário realizar uma investigação epidemiológica da cadeia de transmissão da hanseníase, examinando qualquer pessoa que teve contato íntimo e prolongado com o paciente, como familiares e amigos. Esse trabalho será feito pelos municípios e acompanhado, durante três meses, pela equipe da Secretaria de Estado de Saúde, em parceria com instituições de ensino e pesquisa.

Um dos principais objetivos da Roda-Hans é acabar com o estigma que existe em relação à hanseníase, difundido até mesmo entre profissionais de saúde que não têm a experiência de trabalhar com a doença. Isso faz com que possíveis pacientes tenham medo de buscar atendimento e pessoas com diagnóstico confirmado tenham sua vida social afetada, o que contribui para a diminuição da autoestima e para isolamento do paciente.

A Carreta da Saúde – O Roda-Hans é um projeto do Ministério da Saúde iniciado em 2018, com apoio das coordenações estadual e municipais do Programa de Hanseníase, entre outras instituições, como o Movimento de Reabilitação de Pessoas Atingidas pela Hanseníase (MORHAN) e já fez mais de 70 mil atendimentos em todo o país.

Texto: Denilson Santos

 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Mais notícias

Centro Administrativo

Ouvidoria Municipal

Rio Bonito - RJ

15°C
Scattered clouds

Menu

Atos Oficiais

Notícias

Busca

Últimas atualizações

– Altera página inicial
– Insere link para acesso a serviços
– Insere páginas de transparência e covid-19
– Insere subdomínio https://licitacoes.riobonito.rj.gov.br/

– Insere galeria de vídeos na página inicial
– Corrige alinhamento de elementos

– Altera textos e  layout na página de estrutura