Guardas municipais já podem solicitar crédito habitacional

Com o programa Habite Seguro o Guarda Civil Municipal pode adquirir a casa própria com condições especiais.

A Guarda Civil Municipal de Rio Bonito já está apta a usufruir do programa nacional Habite Seguro. Com a adesão da Prefeitura ao programa do governo federal, os servidores da Guarda Municipal agora terão condições especiais para adquirir um imóvel. O programa contempla profissionais da segurança pública na aquisição da casa própria por meio de financiamento, utilizando recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP). O município fez a adequação na lei, que foi aprovada na Câmara Municipal. Os benefícios do Programa Habite Seguro foram apresentados aos Guardas Civis Municipais nesta terça-feira (5), durante evento no Centro Administrativo da Prefeitura, na Praça Cruzeiro, com a presença do prefeito Leandro Peixe e do secretário de Segurança e Ordem Pública, Rogério Góes.

“Essa vitória permite darmos continuidade à valorização dos profissionais que atuam na segurança da cidade”, afirma o prefeito.

De acordo com a norma do programa, o benefício se destina aos agentes de segurança com renda bruta mensal de até R$ 7 mil. Poderão ser contemplados policiais civis, policiais militares, policiais federais, policiais rodoviários e policiais penais, além de bombeiros, agentes penitenciários, peritos e guardas municipais. Além disso, o texto aprovado pelo Congresso Nacional acrescentou categorias que poderão ter condições especiais de financiamento, mas não poderão receber subsídio: agentes socioeducativos, agentes de trânsito e policiais legislativos.

O programa vale para profissionais da ativa, da reserva, reformados e aposentados, e também para cônjuges e dependentes de agentes de segurança que tenham falecido em razão da atividade. O valor máximo para um imóvel a ser financiado pelo programa será de R$ 300 mil. Os financiamentos poderão ser quitados em até 420 meses (35 anos).

A Caixa Econômica Federal será o agente operador do programa e poderá atuar também como agente financeiro (banco que faz o empréstimo, efetivamente). Para imóveis da própria Caixa, serão aceitos financiamentos de até 100% do valor do imóvel.

Qualquer agente financeiro poderá ofertar condições mais vantajosas para os agentes de segurança com renda superior a R$ 7 mil (como juros menores), mas elas não serão subsidiadas com recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP). Nesse caso, não se aplica o limite de R$ 300 mil para o valor do imóvel.

Requisitos – Para poder solicitar a subvenção econômica para comprar o imóvel, o profissional de segurança pública deverá ter, no mínimo, três anos de exercício efetivo no cargo público e atender às condições estabelecidas pelo agente financeiro para a contratação de financiamento habitacional, de acordo com a origem dos recursos orçamentários, a modalidade do financiamento pretendida e a regulamentação.
Tipos de imóveis – Poderão ser financiados imóveis urbanos novos, usados, do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR) ou terrenos para construção em até dois anos da assinatura do contrato. Entretanto, será proibido conceder subvenção a quem já tiver imóvel em qualquer parte do território nacional, mesmo como posse ou promitente comprador. A exceção será para aquele que tenha fração de até 40% de imóvel residencial. Se a pessoa tiver o terreno, poderá financiar a construção da residência, mas não poderá fazer reformas, ampliações, conclusões ou melhorias de imóveis.
Migração – Os beneficiários poderão migrar para o novo programa seus financiamentos habitacionais já em curso — desde que já estejam dentro da mesma instituição financeira e a critério do banco. Adicionalmente, os contemplados poderão contar com subsídio concedido pelo Programa Casa Verde e Amarela ou acessar imóveis oriundos de programas habitacionais anteriores que estejam ociosos, pendentes de conclusão ou necessitem de reformas.

Texto: Denilson Santos

(Fonte: Agência Senado)

Mais notícias

Centro Administrativo

Ouvidoria Municipal

DECRETO 443/2016

Lei de acesso a informação

Em virtude da migração do sistema Betha, o portal da transparência pode passar por instabilidades e inconsistências nos dados apresentados. As atualizações devem ser concluídas em 7 dias uteis 

Rio Bonito, 19 de Julho de 2022

Centro Administrativo

Ouvidoria Municipal

Rio Bonito - RJ

22°C
Clear sky

Menu

Atos Oficiais

Notícias

Busca

Últimas atualizações

– Altera página inicial
– Insere link para acesso a serviços
– Insere páginas de transparência e covid-19
– Insere subdomínio https://licitacoes.riobonito.rj.gov.br/

– Insere galeria de vídeos na página inicial
– Corrige alinhamento de elementos

– Altera textos e  layout na página de estrutura