Gabinete de crise se reúne com comerciantes e representantes da sociedade civil para discutir futuro da saúde no município

Na tarde dessa quarta-feira (29) representantes do Gabinete de Crise de Combate a Covid-19 se reuniram com comerciantes, representantes do Hospital Regional Darcy Vargas e sociedade civil em geral, para esclarecer dúvidas sobre os rumos da saúde no município. Ao final da reunião, a secretária de Saúde, Dailane Magalhães, se comprometeu a rever o decreto que flexibilizou a reabertura de parte do comércio; a rever a questão do transporte coletivo na cidade, e a analisar a reabertura do comércio após o funcionamento do Hospital de Campanha e do CTI do HRDV.

A partir das demandas dos comerciantes presentes, a secretária disse que há a possibilidade de um novo fechamento do comércio local. A reabertura só seria possível após o funcionamento do Hospital de Campanha e do CTI, destinado a Covid-19, no Hospital Regional Darcy Vargas. Mas ela ponderou que essa reabertura, com restrições, só será possível a partir do momento que forem analisados os números de casos no município, com essas unidades em pleno funcionamento. “Vamos continuar fazendo estudos e ver como estaremos, e a partir daí, poderemos flexibilizar essa reabertura. Acredito que no próximo fim de semana, o Hospital já possa estar funcionando”.

Outra reclamação dos presentes na reunião, foi com relação ao transporte coletivo no município. Sobre esse assunto, Dailane prometeu levar a demanda para discussão, já que por causa da diminuição na circulação de coletivos, os ônibus estão ficando mais cheios.

Resposta à população

Ela também respondeu sobre a recente matéria veiculada em um jornal de grande circulação, que acusa a Prefeitura de gastar quase R$2 milhões em máscaras de proteção. De acordo com a secretária, não foram compradas apenas máscaras, mas sim, nove itens de Equipamento de Proteção Individual (EPI). E como os preços desses itens estão sendo encontrados em valores muito maiores que o de costume, o valor gasto para a compra também foi alto. Mas ela ressaltou que todas as ações da Secretaria de Saúde, são feitas com a observação do Ministério Público.

Lista de itens que foram comprados:

1 – Máscara bacteriológica,

2 – Máscara cirúrgica,

3 – Capote descartável tamanho GG,

4 – Capote descartável tamanho G,

5 – Capote descartável tamanho M,

6 – Capote descartável impermeável,

7 – Touca gorro descartável,

8 – Sapatilha em TNT descartável,

9 – Óculos de proteção

 

Texto: Lívia Louzada

Foto: Lívia Louzada

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Mais notícias

Centro Administrativo

Ouvidoria Municipal

Rio Bonito - RJ

19°C
Overcast clouds

Menu

Atos Oficiais

Notícias

Busca

Últimas atualizações

– Altera página inicial
– Insere link para acesso a serviços
– Insere páginas de transparência e covid-19
– Insere subdomínio https://licitacoes.riobonito.rj.gov.br/

– Insere galeria de vídeos na página inicial
– Corrige alinhamento de elementos

– Altera textos e  layout na página de estrutura