Formação Continuada reúne os profissionais da Educação Inclusiva

Com o foco na educação de qualidade e inclusiva, a prefeitura de Rio Bonito iniciou os trabalhos de formação continuada dos professores de educação especial da rede municipal. Para aprimorar o atendimento oferecido aos estudantes com deficiência foram realizados os primeiros encontros nessa quarta-feira (11), na parte da manhã e à tarde, no auditório do Centro Administrativo, na Praça Cruzeiro, com a participação de mais de cem profissionais. A capacitação abordou o tema: Diálogo Psicopedagógico na Sala de Recursos, ministrada pela alfabetizadora Virgínia Maria Oliveira Borges, que mostrou um pouco da prática do trabalho executado nas escolas, que atua no setor a mais de 27 anos.

A Formação continuada para os professores da educação inclusiva contou com estudos de casos e rodas de conversas.

“Eu passei um pouco daquilo que sei em forma de dialogo, na verdade é um pouco de experiência para começar o ano, já que tem muito profissionais novos e outros já estão na rede municipal a algum tempo, e resolvemos fazer uma troca, com o foco muito mais na parte prática do que na teoria, ou seja: prática, teoria e prática”, afirmou a educadora.

Alguns profissionais participaram pela primeira vez da formação. Eles puderam conhecer a história da Educação Inclusiva em Rio Bonito e novas práticas e desafios para o setor.

O professor da escola municipal Maria Lydia Coutinho, Caio dos Santos, espera colher bons frutos desse trabalho.

“O professor deve sempre estar renovando as suas práticas e se informando sobre as novas metodologias de trabalho, ou até mesmo as antigas que ainda não foram exploradas. Não existe fórmula pronta e o professor deve sempre estar se redescobrindo no seu trabalho. Essas formações nos dão a esperança que iremos colher bons frutos desse trabalho”, afirma o professor da escola municipal Maria Lydia Coutinho,  Caio dos Santos Pereira, que trabalha com um aluno especial, desde 2017.

Para a professora da Escola Municipal Professor Honesto Almeida de Carvalho (EMPHAC), Laisa Porto Conde, que trabalha com alunos com deficiência intelectual, essas formações são fundamentais para o trabalho diário do professor.

A professora do (EMPHAC), Laisa Porto Conde, trabalha com alunos com deficiência intelectual.

“Essas formações para os professores são muito importantes, pois cada vez mais vamos aprendendo e nos atualizando para trabalhar com essas crianças”, afirmou a pedagoga que trabalha a  cerca de onze anos com inclusão.

Durante a formação, a Coordenadora de Educação Inclusiva, Simone Alves, e sua equipe apresentaram os protocolos que vão ser desenvolvidos durante o ano.

“A mediação do ensino desse aluno com deficiência, com o professor de educação regular dentro da sala de aula, nós não estamos só incluindo por incluir, nós estamos trabalhando a inclusão de uma forma que possamos adquirir a autonomia desse sujeito tanto na aprendizagem significativa para a sua vida como para a vida laboral futuramente”, explicou.

Texto: Denilson Santos

Fotos: Rogério Rodrigues

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Mais notícias

Centro Administrativo

Ouvidoria Municipal

Rio Bonito - RJ

32°C
Overcast clouds

Menu

Atos Oficiais

Notícias

Busca

Últimas atualizações

– Altera página inicial
– Insere link para acesso a serviços
– Insere páginas de transparência e covid-19
– Insere subdomínio https://licitacoes.riobonito.rj.gov.br/

– Insere galeria de vídeos na página inicial
– Corrige alinhamento de elementos

– Altera textos e  layout na página de estrutura