Moradores de Rua são encaminhados para suas famílias para evitar contaminação pelo coronavírus

Com o avanço da Pandemia causada pelo coronavírus, a secretaria de Promoção Social vem intensificando o trabalho de apoio e assistência a população que vive em situação de rua. O mapeamento é feito pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) que faz  intervenções diárias e ampliou esse trabalho às famílias de origem desses moradores de rua. Os que desejam sair das ruas, ainda que não seja para retornar para casa, são encaminhadas para abrigos e igrejas.

As assistentes sociais e psicólogos vem fazendo um trabalho de sensibilização em relação aos perigos que essas pessoas estão expostas por conta do Covid-19. Muitos deles já retornaram para suas famílias. Além disso, a secretaria de Promoção Social reservou um espaço no CREAS para que as pessoas que ainda não conseguiram retornar para suas casas, possam fazer a sua higiene pessoal, como lavar as mãos e tomar um banho.

O local e os funcionários estão sendo preparados para que não corram e nem ofereçam risco de serem infectadas pelo vírus. Para ampliar esse atendimento, a Secretária de Promoção Social vem buscando parceria com várias entidades. O Coordenador do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), Jair Mello, a psicóloga Lívia de Carvalho Rosa e a Assistente Social, Gigliola Oliveira Vieira, se reuniram com o Coordenador do Projeto AME (Assistência Missão é Evangelização), Joab Castro Pina, com o objetivo de fazer uma articulação entre a sociedade civil e o poder público para ampliar o atendimento as pessoas que se encontram nessa situação. Com isso, algumas igrejas e entidades se ofereceram a contribuir com café da manhã.

“O mais importante é deixar claro que O CREAS já faz esse trabalho de identificação e acompanhamento das famílias a muito tempo.  Toda equipe técnica desenvolve um trabalho rotineiro de conscientização com esses moradores de rua. Todas essas pessoas já foram identificadas e cadastradas na secretaria de Promoção Social, que também já identificou as famílias e os motivos do rompimento no vínculo familiar”, explica Jair Mello.

As famílias que estão recebendo novamente os seus membros que ficavam nas ruas, estão recebendo cestas básicas e produtos de higiene da secretaria de Promoção Social.

“Acolhemos os moradores de rua, viabilizamos novos documentos pra quem não tem, providenciamos a sua higiene pessoal e agilizamos a sua volta pra casa. Caso não queiram,  mas ainda assim desejem sair da rua, buscamos um abrigo, que geralmente são de instituições/igrejas. Só que muitas vezes não aceitam nenhuma dessas opções, e voltam pra rua. Nesse momento crítico que vivemos, a rua é último lugar onde  devem estar”, concluiu o coordenador do CREAS.

Texto: Denilson Santos
Foto: Rogério Rodrigues

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Mais notícias

Centro Administrativo

Ouvidoria Municipal

Centro Administrativo

Ouvidoria Municipal

Rio Bonito - RJ

20°C
Overcast clouds

Menu

Atos Oficiais

Notícias

Busca

Últimas atualizações

– Altera página inicial
– Insere link para acesso a serviços
– Insere páginas de transparência e covid-19
– Insere subdomínio https://licitacoes.riobonito.rj.gov.br/

– Insere galeria de vídeos na página inicial
– Corrige alinhamento de elementos

– Altera textos e  layout na página de estrutura