Programa Antitabagismo orienta os usuários que querem parar de fumar

Parar de fumar sempre vale a pena em qualquer época da vida, mesmo que a pessoa já tenha alguma doença causada pelo cigarro, como câncer ou enfisema. Abandonar o vício não é uma tarefa fácil, que requer paciência, força de vontade e, muitas vezes, a ajuda profissional. Para quem precisa de apoio para iniciar esse processo, a secretaria de Saúde iniciou um novo ciclo do Programa Municipal de Combate ao Tabagismo, que funciona no Ambulatório Municipal Manoel Loyola Junior, na Mangueirinha. Atualmente, um grupo de usuários vem sendo acompanhado por profissionais, que orientam e dão apoio psicológico para quem quer parar de fumar.

Segundo a Coordenadora do Programa de Combate ao Tabagismo, Mary Lane Tenório dos Santos Soares, o tabagismo é uma doença epidêmica que causa dependência física e psicológica do consumo de nicotina, substância presente no tabaco, e que está relacionada ao agravamento de várias outras doenças, muitas delas incapacitantes e fatais, como o câncer.

“O primeiro passo para parar de fumar é ter determinação, escolher uma data para ser o primeiro dia sem cigarro e procurar ajuda”, explica a Coordenadora do programa.

Segundo o Ministério da Saúde, o cigarro contém cerca de 4720 substâncias tóxicas, sendo uma delas, a nicotina, responsável pela dependência. No Brasil, 428 pessoas morrem diariamente por causa da dependência a nicotina

“O tabagismo é considerado uma doença pediátrica, pois 80% dos fumantes começam a fumar antes dos 18 anos. Por isso é fundamental que os dependentes procurem ajuda médica e informação. Durante as nossas reuniões com o  grupo, fazemos uma roda de conversa para discutir de vencer essa doença”, afirma a assistente social do programa, Teresa Rocha de  Marins.

O tabaco fumado em qualquer uma de suas formas causa até 90% de todos os cânceres de pulmão e é um fator de risco significativo para acidentes cérebro-vasculares e ataques cardíacos mortais. Os produtos de tabaco que não produzem fumaça também são responsáveis pelo desenvolvimento de câncer de cabeça, pescoço, esôfago e pâncreas, assim como muitas patologias buco-dentais.

De acordo com a secretária municipal de saúde, Dailane Magalhães, o Programa está aberto aos interessados.

“Quem tiver interesse em participar ou conhece alguém que precise, pode procurar nossa equipe do Programa de Combate ao Tabagismo no Ambulatório Municipal Manoel Loyola Junior, de segunda a sexta-feira. As atividades em grupo são desenvolvidas às segundas e terças-feiras, na parte da manhã, e são abertas ao público”, orientou a secretária.

Texto: Denilson Santos

Fotos: Galileu

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Mais notícias

Centro Administrativo

Ouvidoria Municipal

Rio Bonito - RJ

21°C
Scattered clouds

Menu

Atos Oficiais

Notícias

Busca

Últimas atualizações

– Altera página inicial
– Insere link para acesso a serviços
– Insere páginas de transparência e covid-19
– Insere subdomínio https://licitacoes.riobonito.rj.gov.br/

– Insere galeria de vídeos na página inicial
– Corrige alinhamento de elementos

– Altera textos e  layout na página de estrutura