Rio Bonito pretende vacinar 17 mil contra gripe

86

A secretaria de Saúde de Rio Bonito começou a fazer a vacinação Contra a Influenza na segunda-feira (17), no Ambulatório Municipal Manoel Loyola Silva Junior, na Mangueirinha. Devem ser vacinados contra a gripe crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes, puérperas (mulheres que estão no período de até 45 dias após o parto), idosos, profissionais da saúde, povos indígenas, pessoas privadas de liberdade e pessoas portadoras de doenças crônicas e outras doenças que comprometam a imunidade continuam fazendo parte do público-alvo. A novidade este ano é a inclusão dos professores da rede pública e privada, que também receberão a imunização gratuitamente. A campanha vai até 26 de maio e o dia de mobilização nacional está marcado para o dia 13.

Segundo a Coordenadora de Imunização da secretaria de Saúde,  Jane Lima, a meta é vacinar cerca de 17 mil pessoas em todo o município.  Ela explica que a única contraindicação da vacina é para quem tem alergia severa a ovo. Além disso, para quem é doador de sangue, devem esperar cerca de 48 horas antes de fazer outra doação.  A vacina disponível no SUS protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no país: A/H1N1; A/H3N2 e influenza B. Segundo o ministério da Saúde, 60 milhões de doses de vacinas foram adquiridas, das quais 21,1 milhões de doses já foram distribuídas aos estados.

Os grupos prioritários devem se vacinar todos os anos, já que a imunidade contra os vírus cai progressivamente. Além disso, o vírus da gripe passa por mutações frequentes. Por isso, todo ano, a Organização Mundial da Saúde (OMS) faz uma previsão de quais serão os vírus Influenza que devem circular no inverno do hemisfério norte e do hemisfério sul com base em amostras de pacientes coletadas em centros sentinela distribuídos em todo o mundo.

Dia D contra a gripe – Neste ano, o “Dia D” da campanha contra a gripe está marcado para 13 de maio, com encerramento em 26 do mesmo mês, em todo o município. A população, principalmente da zona rural, contará com outros locais para receber a vacina.

“A vacinação contra o Influenza é fundamental para evitar complicações decorrentes da gripe e doenças graves, como pneumonia. A vacina não tem nenhuma capacidade de provocar gripe, já que é composta apenas por partículas do vírus que são incapazes de causar qualquer infecção”, afirma Jane Lima.

Quem pode receber a vacina

  • Crianças de 6 meses a 5 anos
  • Gestantes
  • Puérperas (mulheres que estão no período de até 45 dias após o parto)
  • Idosos
  • Profissionais da saúde
  • Povos indígenas
  • Pessoas privadas de liberdade
  • Portadores de doenças crônicas e outras doenças que comprometam a imunidade
  • Professores de escolas públicas ou privadas

Texto e foto: Denilson Santos