CAPS Rio Bonito comemora 15 anos com festa

89

Um dos primeiros a ser implantado na região, o Centro de Atenção Psicossocial Dr. Cleber Paixão completa 15 anos de funcionamento essa semana. A programação de aniversário terá inicio na próxima quinta-feira, 06, com uma grande festa em sua sede, localizada no Centro de Rio Bonito. Estão confirmadas as participações do grupo de seresta Lua Branca e letras do cantor Andrezinho Shock.

Voltado para o atendimento às pessoas que sofrem com transtornos mentais severos e persistentes, oferecendo cuidados clínicos e de reabilitação psicossocial, o CAPS – inaugurado em 2002 – é um marco para Rio Bonito, que vem de uma história de internação, tendo o maior hospital psiquiátrico privado, fechado no ano passado.

“A implantação do CAPS passou pela desconstrução de toda uma ideia de que tinha de haver internação. Esse olhar diferenciado, de cuidado com o sujeito é muito importante. Veio paciente que lá estavam trancafiados, longe da sociedade e da família e hoje estão aqui participando das atividades, convivendo e trocando experiências”, conta a Coordenadora do Programa de Saúde Mental, Ana Célia D’Avila.

O método, que muitas vezes foi visto com certa estranheza pelos parentes dos pacientes, hoje recebe elogios pelo cuidado e apoio as famílias. Mãe de paciente, Silvana conta que no início ficou receosa quanto a eficácia do tratamento.

“Quanto ao resultado, eu era muito temerosa nessa Luta Antimanicomial. Eu tinha medo, pois meu filho quando entrava na crise, eu ficava alucinada. Achava que ele no hospital estava seguro, pois era um ambiente restrito. Com o passar do tempo, através de muita conversa e muito apoio eu pude ver que eu estava realmente enganada. Agora quando vêm as crises a gente luta lado a lado, e vencemos. Internação somente mesmo em ultimo recurso. Agora tem o período da UPA, do Darcy Vargas, essa junção que nos da força e ele vem reagindo bem melhor do que quando era internado”, diz.

O CAPS Rio Bonito – localizado na Avenida Vital Brasil, no centro do município – atualmente conta com 2.276 pacientes assistidos pela equipe multiprofissional, formada por médicos psiquiátricos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, assistentes sociais, psicólogos e terapeuta ocupacional. Como Rio Bonito tem menos de 100 mil habitantes, a cidade não conta com um CAPS AD, por isso dentre os usuários cadastrados estão também pessoas dependentes a drogas e álcool, que através de grupos e atendimentos familiares são assistidos em horário diferenciado de segunda a quinta-feira.

O processo de inclusão, socialização e o desenvolvimento da autoestima dos usuários promovido pelo CAPS proporciona a todos os usuários oficinas terapêuticas, como tear, artesanatos, pintura em tecido, produção de bijuteria, passeios culturais e atividades em datas comemorativas como o Carnaval, em que o bloco “Des-Bloqueia” desfila pelas ruas da cidade.

Depoimentos:

“A data é um marco para a história de Rio Bonito, por isso gostaria de parabenizar a todos os profissionais do CAPS, tantos os que passaram como os que lá estão hoje, pelo importante trabalho de assistência e inclusão desenvolvido ao longo desses 15 anos”.

José Luiz “Mandiocão” – Prefeito

 


“Quero dar os parabéns pelos 15 anos de comemoração do CAPS e reconhecer a importância que esse serviço tem na assistência as pessoas que moram na nossa cidade e desfrutam desse serviço. Não posso também deixar de parabenizar toda a equipe, pois saúde é feita com pessoas e me orgulho muito de ter uma equipe de pessoas comprometidas com a qualidade na assistência”.
Matheus Neto – Secretário de Saúde de Rio Bonito


“Fui apoiadora da região Metropolitana II, onde está situada a cidade de Rio Bonito, e tenho uma ligação afetiva com o município pelo trabalho que desenvolvi. A gente tem muito orgulho de ter participado muito intensamente desse projeto. É uma data realmente importante, é um marco e a gente acompanhou muitas mudanças no CAPS”.

Maria Thereza Santos – Gerente de Saúde Mental do Estado


“É um município superimportante para nós, dentro da Metropolitana II boa parte das nossas ações centralizaram em Rio Bonito. Estou muito feliz por essa oportunidade de parabenizar todos os gestores pelo investimento no programa de saúde mental, a implantação dos leitos  no hospital geral , as residências terapêuticas e o CAPS”.

Carlos Eduardo Honorato – Apoiador de Saúde Mental na Metropolitana II

 

Fotos: Cesar Augusto e Galileu