Rio Bonito pode ter “Associação de Pais” para orientar famílias em situação de risco social

Fundar uma “Associação de Pais” que abracem e acolham famílias que estejam enfrentando dificuldades na socialização dos filhos. Os problemas podem ser uma simples rebeldia, o habito “comum” de matar aulas, até situações de maiores riscos, como o envolvimento com a criminalidade, que pode ser como usuário de drogas e/ou associação ao tráfico. Essa foi a principal notícia da última reunião do Comitê Gestor do Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e outras drogas do município de Rio Bonito. Os integrantes do comitê se reuniram no último dia 2 de abril, na sede da Secretaria Municipal Antidrogas (SEMAD).

A pauta do encontro foi “fiscalização” e “insegurança pública”. A reunião contou com a presença de Rosilene Costa, mãe de Davi Júnior, 14 anos, que faleceu vítima de um acidente de trânsito que vitimou fatalmente ele e o adolescente Jesus Emanuel, de 13 anos, no último dia 28 de março, numa tragédia que comoveu Rio Bonito e acendeu o pisca alerta da sociedade, que começou a questionar o volume de vidas (jovens) que estão se perdendo por conta dos mesmos fatores: rebeldia, falta de limites e envolvimento com o traiçoeiro mundo das drogas.
– Não foram poucas as vezes que eu vi meu filho em situações que me deixou em aflição. Conversas no Facebook com conteúdos que eu nunca podia imaginar. Combinações e tratos com colegas que eu percebia ser algo errado… Mas o que fazer? Ligar para a Polícia? Como agir nesses momentos? Essas são perguntas e angustias que pairam na cabeça dos pais que se deparam com filhos nessas condições – comentou Rosilene, que idealizou a “Associação de Pais”, junto com a equipe da SEMAD.

De acordo com o secretário Felippe Bortone, essa pode ser a grande ferramenta que está faltando nessa luta contra as drogas. “Além do trabalho institucional que nós fazemos, essa parceria com a sociedade é muito importante para reforçar esse desafio que é resgatar as pessoas que ingressam nesse caminho tão difícil e de término tão triste”, comentou o secretário.

A reunião contou com a presença do delegado titular da 119ª DP, Carlos Eduardo Almeida, que sobre as drogas, disse ser possível Rio Bonito, “se quiser”, reverter esse quadro que assusta a todos e que vem se agravando.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Mais notícias

Últimas atualizações

– Altera página inicial
– Insere link para acesso a serviços
– Insere páginas de transparência e covid-19
– Insere subdomínio https://licitacoes.riobonito.rj.gov.br/

– Insere galeria de vídeos na página inicial
– Corrige alinhamento de elementos

– Altera textos e  layout na página de estrutura

MENU

NOTÍCIAS

BUSCA