Destaques na área de educação foram premiados

52

Centenas de estudantes das escolas do município participaram da Explosão Cultural, realizada no sábado das 8 às 14 horas. O evento reuniu alunos que participam do Novo Mais Educação e do programa Escola Aberta. Apresentações culturais, como balé, banda municipal, capoeira, circo, coral, dança, muay thai, além de cineclube, teatro e artesanato, animaram o público que compareceu na Praça Fonseca Portela, no Centro. O evento também contou com uma exposição de trabalhos realizados pelas escolas municipais, sorteios de brindes natalinos, além de músicas e recreação. Durante o evento, alunos e professores que foram destaque no ano letivo de 2017, receberam o prêmio de Excelência Taquinio Freire Ribeiro.

Em Rio Bonito, 15 escolas foram contempladas com o programa Novo Mais Educação no ano de 2017, com atividades no contra turno de Português, Matemática, dança, artes, recreação, atividades esportivas , artesanato entre outras.

“A culminância do Programa Novo Mais Educação se deu através das apresentações “Explosão Cultural” , com as atividades desenvolvidas nas escolas no decorrer do ano letivo de 2017”, afirmou a Coordenadora do programa, Professora Mônica Magrini.

Os alunos e professores das escolas municipais que se destacaram durante o período de 2017, foram premiadas por participarem das Olimpíadas de Matemática (Canguro, OMBMP e Estadual), através da Associação Comercial de Rio Bonito (Ascirb) e da Câmara de Dirigentes Logistas (CDL) como uma forma de incentivar o estudo da Matemática.

Novo Mais Educação – O Programa Mais Educação instituído pela Portaria Interministerial nº 17/2007 e pelo Decreto n° 7.083, de 27 de janeiro de 2010, integra as ações do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), como uma estratégia do Governo Federal para induzir a ampliação da jornada escolar e a organização curricular, na perspectiva da Educação Integral.

“Trata-se da construção de uma ação intersetorial entre as políticas públicas educacionais e sociais, contribuindo, desse modo, tanto para a diminuição das desigualdades educacionais, quanto para a valorização da diversidade cultural brasileira”, explica o secretário de Educação Délio Moraes.

Essa estratégia promove a ampliação de tempos, espaços, oportunidades educativas e o compartilhamento da tarefa de educar entre os profissionais da educação e de outras áreas, as famílias e diferentes atores sociais, sob a coordenação da escola e dos professores. Isso porque a Educação Integral, associada ao processo de escolarização, pressupõe a aprendizagem conectada a vida e ao universo de interesses e de possibilidades das crianças, adolescentes e jovens.

Conforme o Decreto n° 7.083/2010,  os princípios da Educação Integral são traduzidos pela compreensão do direito de aprender como inerente ao direito à vida, à saúde, à liberdade, ao respeito, à dignidade e à convivência familiar e comunitária; e como condição para o próprio desenvolvimento de uma sociedade republicana e democrática. Por meio da Educação Integral, se reconhece as múltiplas dimensões do ser humano e a peculiaridade do desenvolvimento de crianças, adolescentes e jovens.

Relação das escolas, professores e alunos premiados:

E M Governador  Roberto Silveira

Aluno: Yasmim Peres Soares

Professor: André Luiz M de carvalho

E M Dr Kingston Guimarães de S Motta

Aluno: Yago Fernandes Gonçalves

Professora: Ana Laura de Figueredo

E M Professora Honesto de Almeida Carvalho

Aluno: Rhenan dos S B Queres

Professor: Issac Marcolino de Moraes

 

 

Texto: Denilson Santos
Fotos: Galileu