Conferência debate os novos desafios do serviço social

A Gestão e o Financiamento na efetivação do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) foi o tema da 6° Conferência Municipal de Assistência Social, realizada pela prefeitura de Rio Bonito nesta segunda-feira (31/7), no Espaço Ceccarelli, no Centro, das 8 às 18 horas. Cerca de 250 pessoas, entre representantes dos governos estadual e municipal, associações de moradores, igrejas,  conselhos de classes, além de usuários de programa sociais, como o Bolsa Família e o Renda Melhor, entre outros, participaram do evento. O objetivo foi formular e discutir as propostas na área social que serão apresentadas na conferência estadual, que acontece em outubro, e na conferência Federal, que será realizada em Brasília, no fim do ano.

Na abertura do evento, a prefeita Solange Almeida pediu que todos tenham um olhar voltado para as famílias mais carentes, que não precisam somente de assistência social, mas também de acesso a cultura, esporte e lazer. Ela falou dos novos desafios enfrentados pela Administração Pública.

“Hoje o nosso desafio não é a pobreza, ou mesmo a falta de habitações. O nosso maior problema são as drogas que ronda as escolas e muitos lares da nossa cidade. Por isso, vamos buscar essas famílias que passam por essas atribulações e oferecer ajuda. O que elas precisarem da prefeitura estamos prontos para ajudar naquilo que for possível”, garante a prefeita.

Propostas – A  conferência na parte da manhã foi dedicada ao debate sobre o tema do evento e também para apresentação e elaboração das propostas.  A Superintendente da Secretaria de Estado de Assistência Social, Heloísa Helena, fez uma palestra sobre a gestão e o financiamento na efetivação do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) e debateu o tema com os participantes.

Já na parte da tarde, os participantes foram divididos em grupos onde debateram e definiram as propostas que serão levadas para a conferência estadual. Dentre elas, alguns avanços na área social, como a que garante que o Conselho de Assistência Social seja estruturado com os 3% do Índice de Gestão Descentralizada do Sistema Único de Assistência Social (IGDSUAS), inclusive para pagamento da secretária executiva, de modo a garantir espaço físico e logística necessária ao bom funcionamento do Conselho. O IGDSUAS é o instrumento de aferição da qualidade da gestão descentralizada dos serviços, programas, projetos e benefícios socioassistenciais, bem como da articulação intersetorial, no âmbito dos municípios, Distrito Federal e estados. Conforme os resultados alcançados, a União apoiará financeiramente o aprimoramento da gestão como forma de incentivo.

“Foi  fundamental a participação da sociedade na conferência, pois debatemos as causas e as soluções  para vários problemas que enfrentamos diariamente em Rio Bonito. Formulamos, em conjunto,  as melhores propostas que iremos levar para a conferência estadual e federal de Assistência Social”, afirma a secretária de Ação Social, Rosemary Cerqueira.



 

 


Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Mais notícias

Últimas atualizações

– Altera página inicial
– Insere link para acesso a serviços
– Insere páginas de transparência e covid-19
– Insere subdomínio https://licitacoes.riobonito.rj.gov.br/

– Insere galeria de vídeos na página inicial
– Corrige alinhamento de elementos

– Altera textos e  layout na página de estrutura

MENU

NOTÍCIAS

BUSCA